Ó PESSOAL...

...Visitem-se uns aos outros...cliquem nos cartões e conheçam os outros sócios.
Não deixem também de ver as publicações anteriores. Há sempre coisas interessantes que por vezes nos passam ao lado...

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Os animais na véspera do eclipse solar do dia 1 de Agosto

A propósito do post [ver aqui] sobre o eclipse solar total a haver no dia 1 de Agosto, a Astrid Annabelle e a Maria Paula deixaram comentários tão curiosos e interessantes sobre os animais e o eclipse, que merecem passar a assunto principal aqui no blogue. Aqui está ele:

A minha amiga terapeuta, Mestre de Reiki e autora, Astrid Annabelle, senhora do blogue "Navegantes do Infinito" [clicar aqui], escreveu isto: «nos eclipses os animais se alvoroçam... os macacos descem dos galhos..os cavalos se agitam... os passarinhos se calam... a natureza fica em estado de alerta...».

A minha amiga veterinária e astróloga Maria Paula Ribeiro, criadora da clínica "Bandarravet", em Trancoso [ver seu site], deixou este interessante e oportuno comentário:

«Venho esta noite compartilhar o que a Astrid comentou o qual eu também desconhecia... mas de facto comecei a ficar mais atenta... Não sei se é de começarem a sentir o eclipse, mas: O meu burro que há 2 meses estava no parque, quis esta noite regressar ao estábulo, parecia nervoso, mas um nervoso de medo miúdo e entrou calmamente... Os meus cães estão no hall de entrada, 'aconchegadinhos' um ao outro; os gatos mais sossegados e idem; os chows parecem descansar uma sesta; o hotel canino (quase lotado) parece vazio; lá fora só se ouve o cantar dos grilos... Uma noite mais tranquila, sem dúvidas; não sei se é a proximidade do eclipse (e aqui a altitude é maior) ou do tempo a mudar... Mas alguma coisa é! Amanhã vou continuar a estar atenta!»

Escrevo isto na noite que antecede o eclipse e acrescento a minha própria experiência com o Tibério (o meu pastor alemão) e os 3 gatos. Habitualmente, com o calor que faz, preferem estar no pátio a saborear a brisa e o fresco da noite. Hoje, têm estado demasiado sossegados e silenciosos, e no momento em que escrevo isto, estão todos aqui ao meu lado, na sala. Vou observá-los atentamente mais logo, com o aproximar-se do momento do eclipse.

Quem quiser, deixe aqui nos comentários, a experiência pessoal observada nos animais com quem convive. Assim poderei dar continuidade ao post do meu blog "Cova do Urso".